quarta-feira, agosto 17, 2005


Ramifica o azul, expande como se fossem veias [a saúde deste corpo está suspensa, homem combalido asfixiando memórias] No eixo da indigência esmiuçada a presença divina escarra anjos, prontamente aceitos – a salvação. Existe esperança quando a dor é vista do lado de lá.

Um comentário:

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

E daí Douglas, tudo certo?
Cara,gostei de tudo que li...
Voltarei para abrir os arquivos hehehe...

Valeu!
Beijos do CC.