segunda-feira, fevereiro 03, 2014


aquieta-me 
aquilo que não sei
avançando sobre o medo
desterrando a inocência
sacrifico a beleza ao tempo 
e murmuro meus cadáveres 
aos que me habitam

6 comentários:

g. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

oi d. feliz 2014 meio atrasado. rsrs. boa postagem e adorei a foto. bjo gabi

augustoldesser disse...

saudade é ácido potente, é veneno, é sempre certificado de que algo bom chegou ao fim, e quase sempre de que é tarde demais para recapturar -- ou sê-lo, pela fotografia amarelecida representativa do que se perdeu. saudade me é ao mesmíssimo tempo certeza de que vivi coisas boas [dispersas no universo do que somente serviu para me entediar] e que me alimentam o órgão de sentir esperança, e me é, confusamente, responsável por um sentimento desesperador de solidão. de abandono mesmo. preciso descobrir como manusear essas emoções quase tão fundas quanto meus olhos.

douglas D. disse...

solidão, amigo esquilo. solidão.

Download The Amazing Spider Man 2 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Download Transformers: Age of Extinction Movie disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.