quinta-feira, janeiro 22, 2009

o sono não é capaz de me vencer
......................................repito

fixando os olhos ao que há lá fora
pra que sejam os teus passos
.............................................

........................e não os ruídos
..............................................

doutro amanhecer empalidecido
>>>>>>>>>>>>>>>>>
..................................a chegar

7 comentários:

Ricardo Valente disse...

a gente tem que aprender a conviver com a ausencia... Abraço!

Butterfly disse...

mas por que a ausencia e tao presente quando se ha?

Carol disse...

ausência tem um pacto com a insônia. O sono são vence nunca com essa dupla.

Anônimo disse...

Somos várias, sim. Mas eu "sou" umas três no blog.

car0l_barata_since1982@hotmail.com

apaga após ler, tá?

andorinha disse...

A força da vontade.

Adriana Costa disse...

Olá Douglas! Sim, estou por aqui: ah saudade q eu estava de Belém!

Beijos

Rubens da Cunha disse...

belo fluxo... como sempre.
quanto ao Redon não conhecia, fiquei impressionado.
abraços